Reprodução autorizada desde que mencionada à autora e o site www.psicologiaemanalise.com.br/

8 de julho de 2012

É importante ter metas

Resultado de imagem para metas
Na vida de maneira geral as metas são mecanismos de ação, movimento e vontade. Todo ser humano de algum modo, tem ambições e desejos a serem alcançados. Tais aspirações impulsionam o individuo para um melhoramento futuro.

Todas as metas surgem de um motivo, quer seja individual ou coletivo, os motivos dão subsídios aos movimentos, estimulando o sujeito a buscar, correr atrás, trabalhar, plantar. 

As causas motivacionais são inúmeras, mesmo em um grupo onde o trabalho é feito em conjunto, existe ali interesses dos mais diversos. Até mesmo quando a tarefa é realizada por todos quase sempre há intrínseco um interesse voltados a para o reconhecimento particular.

Certo é dizer que, para alcançar, galgar degraus dá trabalho e este requer planejamento, foco e muita disciplina.

No mundo coorporativo os resultados surgem e falam por meio de números. Tais dados são utilizados como sinalizadores de desempenho onde apontam a capacidade individual e coletiva. 

Através de elementos comprobatórios o colaborador mostra e demonstra seu potencial, as metas alcançadas. Independentemente dos planos individuais, ou em grupo, todos buscam algo. 

Não existem sonhos propriamente individuais, visto que, ninguém consegue concretizar desejo sozinho. Há sempre alguém que de alguma maneira, mesmo que de atitude inconsciente estará contribuindo para que os objetivos de outrem sejam alcançados.

O trabalho em equipe é fundamental para o bom desempenho das funções e suprir das demandas. Outro ponto a ser abordado refere-se à família, está, referencia para tantas formações corporativas pode ser visualizada como o primeiro grupo de metas, desejos e sonhos.

Quando o grupo familiar é coeso, mostra-se como uma grande equipe, onde trabalham juntos e almejam sonhos semelhantes. Dessa harmonia se observa a existência de sintonia, ou seja, o funcionamento dos componentes ocorre de maneira mais produtiva, crescente e resistente.

Para que o crescimento de qualquer grupo de certo é preciso ter metas, quer seja no âmbito doméstico, familiar, profissional ou pessoal, afinal, elas incentivam o sujeito a criar, movimentar, a sair do lugar. Cada plano realizado exibe as aspirações e potencialidades que cada indivíduo possui. 

Evidente, que metas pessoais dão muito mais trabalho... Um sonho imaginado só requer maior empenho, que os sonhados em grupo.

Uma boa equipe tem força quando entende seu papel, aprende e percebe a importância de cultivar relacionamentos verdadeiros, dignos e honestos, bem como, ajuda a criar um ambiente onde exista a possibilidade de crescimento e confiança. 

Ciente que, as habilidades de cada um pode fortalecer o grupo como um todo.

Metas sejam elas pessoais ou em equipe exige disciplina, energia e perseverança. Acreditar em si mesmo é o primeiro passo para alcançar os sonhos. Traçar planos de ação, calcular os possíveis perigos e entender que os resultados surgem de diversas formas.

Os números são representantes de metas, eles sinalizam, evidenciam o trabalho e a ação. A quantificação nem sempre é concreta, ela pode ser subjetiva, imaterial, mas, real. A qualificação existe, e se demonstra nos atos.

No teatro da vida há metas, de todos os tipos e tamanhos, de todas as formas, de todos os graus, entretanto, só quem tem força, desejo e fé, consegue trilhar e transpor os possíveis obstáculos no caminho, o valor do percurso será sempre individual.

Nem sempre existem atalhos nas metas traçadas.



Jacqueline Meireles
Psicóloga/Consultora

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, participe dessa construção!