Reprodução autorizada desde que mencionada à autora e o site www.psicologiaemanalise.com.br/

2 de outubro de 2012

Muitas escolhas, uma decisão


A vida oferta inúmeras escolhas diárias, mas nem sempre é fácil decidir. Muitos caminhos surgem e a busca por melhores resultados acabam em dilemas. Saber o que não quer é o primeiro passo para ir a procura de outros objetivos.

Quando se opta por um coisa não significa que a outra seja inferior ou mesmo pouco representativa. O significado será sempre singular para cada sujeito.

Nas escolhas profissionais, mudança de emprego, atitudes corporativas  as decisões sinalizam o inicio de uma vida nova com possibilidades promissoras.

Em virtude das opções deve-se ter consciência do que realmente se deseja, analisar os prós e os contra, fazer um balanço da toda situação pessoal e seus trajetos de crescimento. Mesmo aqueles pequenos passos para trás podem servir de guia que impulsiona o individuo para frente.

Ser grato as oportunidades e a vida de modo geral, ajuda a entender as muitas oportunidade existentes, o universo conspira a favor de quem sabe o que quer e luta pelo bem.

Toda decisão parte de um desejo seja ele consciente ou não, racionaliza-se e é coração que se encarrega da escolha, antes mesmo da concretização em si.

Por esse motivo é importante fazer uma analise profunda, uma investigação na alma, tendo a razão como pano de fundo das escolhas o sofrimento será evitado.

Ao programar, sonhar e idealizar situações melhores para o futuro que é agora, minuto a minuto, o sujeito começa a emanar para seu campo energético vibracional bons pensamentos de concretização.

A mente é uma fonte de forte poder. Ela capta, cria e oferece o melhor viver, basta saber focar as melhores situações e trabalhar e canalizar as boas vibrações.

Decidir pela mudança quando percebe-se o fechamento de um ciclo não é tarefa fácil, esse é apenas o primeiro passo, mas ainda assim é a etapa base, enriquecedora, a primeira de muitas outras que irão agregar autoconhecimento, informação é força para essa tão importante passagem.

Viva sem medo, mude, cresça, aperfeiçoe-se, entenda que o valor é intrínseco. O crescimento é algo valioso e cada etapa superada há maior aprendizado e evolução.


Jacqueline Meireles
Psicóloga/Consultora