Reprodução autorizada desde que mencionada à autora e o site www.psicologiaemanalise.com.br/

28 de dezembro de 2009

Amor, respeito e liberdade... ESCOLHA!



Costumo pensar no ser humano como sujeito movido a transformações muitas vezes imperceptíveis, porém expressivas... 

Um ser de crenças, credos e superação. Às vezes está tão perdido em si que não sente a grandeza de seu ser, mas isso não significa que não exista, apenas precisa despertar para o novo tempo, o novo mundo, o novo eu, que de tão conhecido lhe parece intimo... 

Quem sabe um dia seja ele uma porção de “novos eus em um só eu”. 
Neste ano que se finda, que a reflexão esteja sempre presente, não apenas para transbordar os corações de nostalgia, mas principalmente que  chegada desse novo ano  seja  repleta de crescimento e renovação, com a esperança de que tanto o presente quanto o futuro será bem melhor, porque entre tantas escolhas, há melhor  sempre é aquela que te faz feliz!!!!

Um 2010 de renovação, prosperidade e muitas escolhas.
✩✩✩

✧✧✧ Feliz Ano Novo com muito...
...Amor, respeito e liberdade


Aquilo que existe em mim...
...e faz parte de mim, pode ser transformado...

                                   ...se eu quizer.
Aquilo que é do outro, e faz parte do outro...
...só pode ser transformado pelo outro e será compreendido e aceito por mim...dentro dos meus limites...

                                   ...se existir respeito.
Posso falar ao outro como me sinto em relação ao que ele faz ou diz...
...Mas não tenho o poder de controlá-lo.
...Sou dono das minhas emoções, sensações e sentimentos...

                                   ... se houver liberdade.
 ...Não posso afirmar: "Aquilo que o outro fez ou disse me feriu"
Eu é que me feri com aquilo que ele fez ou disse...
                                   ...tenho opçoes.

Sou dono das minhas emoções... sensações e sentimentos... também das minhas atitudes... pensamentos e palavras...
                                   ...maravilha.
Não é coerente dizer que fiz algo com alguém só porque alguém fez isso comigo primeiro
...Se eu agisse assim... eu seria só...
                                   ..."resposta e eco".

É mais valioso optar por agir em vez de apenas reagir.
É mais sensato perceber que sou senhor das minhas ações...

E se faço algo...sou responsável por isso...
                                   ...tenho escolhas.
Reconheço que as rédeas do meu destino estão em minhas mãos...
E me recuso a segurar as rédeas do destino do outro.

                                    ...é meu direito.
 Busco o amor em sua mais bela expressão.
E por isso abro mão de querer ter o controle sobre a vida do outro...

 ...Quero amar com liberdade... com plenitude...
...Quero amar antes de tudo porque é bom


Texto de
Kali Mascarenhas




Jacqueline Meireles
Psicóloga/Consultora

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, participe dessa construção!