Reprodução autorizada desde que mencionada à autora e o site www.psicologiaemanalise.com.br/

8 de janeiro de 2010

"Sociedade sem vínculos"


Vivemos em uma sociedade onde cada vez mais é dicífil estabelecer vínculos. As pessoas estão criando barreiras, distâncias umas das outras. O contato a cada momento está ficando mais escasso e consequentemente vem aumentando a distância.
Em alguns momentos quando há contato, este muitas vezes são superficiais, vem por necessidade, não por estima ou afinidade. As fronteiras acabam por destruir a intimidade, não só a nível afetivo como também pessoal e profissional.
No momento, a forma de comunicação mais versátil é o celular e a internet, o que os torna próximos e ao mesmo tempo distantes. Alimentam-se barreiras, porém estão se esquecendo de criar pontes ou quando criadas essas mesmas pontes são quase sempre frágeis.
Não é estranho pensar e perceber o porquê nossa sociedade está tão carente de afeto, de apoio e com sentimento de baixa-estima.
Os vínculos, sejam de que natureza for, vêm trazendo com ele experiências, conhecimento pessoal, trocas das mais diversas, até mesmo para saber o que não se quer.

Não esqueça, todo ser tem algo para nos ensinar. 

Jacqueline Meireles
Psicóloga/Consultora

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, participe dessa construção!