Reprodução autorizada desde que mencionada à autora e o site www.psicologiaemanalise.com.br/

3 de abril de 2010

Há relacionamentos que estão tão cheios de futilidades que as pessoas não estão encontrando tempo para amadurecer

Vivemos na era pós modernidade onde as relações estão ficando cada vez mais passageiras, com isso também surge uma espécie de adolescência tardia que por vezes dificulta ainda mais a relações entre casais.

O amadurecimento é um processo interno que vem com o tempo, através das experiências e predisposição para o crescimento individual. Todas essas brechas requer tempo, disciplina e força de vontade em virtude desse tão esperado e conquistado amadurecimento.

Porém o amadurecer não é algo que venha de fora, externo, mas sim é algo intrínseco. Quando se diz que a pessoa está amadurecendo, está implícito que a ele(a) está ultrapassando sua questão infantil e primitiva em virtude de uma consciência maior, mais coerente e elevada.

É sabido que para se chegar a este tão sonhado amadurecimento se faz necessário uma dose de esforço associada com o tempo, pois, amadurecer da trabalho e para muitos é melhor ser uma eterna criança inocente, que se tornar um adulto cheios de compromissos, deveres e responsabilidades, ou seja, nem todos querem assumir as rédeas de sua vida.

Amadurecer é deixar para trás coisas fúteis, pequenas, sem grande significado. É ter foco no presente e buscar o autoconhecimento. O que muitas vezes impede o casal crescer é a "incapacidade" de transpor essas futilidades existentes em meio a relação, aprendendo assim a dar mais importância aos dois.

As discussões muitas vezes ganham proporção exacerbada e desnecessária, que pode chegar até uma disputa de ego. É praticamente impossível que um relacionamento cresça extigundo o diálogo. A conversa é importante não para definir quem estar certo ou errado, afinal ninguém está em um tribunal, mas, para a partir daquele instante um possa conhecer o ponto de vista do outro.

O amadurecimento entre os casais trás a possibilidade de um crescimento maior na relação, que a pricípio vem do amadurecimento na relação, para depois surgir um vínculo mais consistente. O que acaba muitas vezes dificultando as relações é que os casais de enamorados quer formar esse vínculo antes mesmo de amadurecer, lembrando que o amaduresciemnto é pessoal.

Amadurecer é uma conquista individual que exige esforço e sobretudo vontade para assumir as rédeas das suas escolhas independente do resultado.

Jacqueline Meireles
Psicóloga/Consultora

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, participe dessa construção!